20 maio 2010

despesismo, corrupção e o estado a que isto chegou

recebido via e-mail, considerações e tudo..

alguns exemplos de dúvidas que o tribunal de contas encontrou nas despesas públicas:

1. ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO ALENTEJO, I. P.
  • Aquisição de 1 armário persiana ; 2 mesas de computador ; 3 cadeiras c/rodízios, braços e costas altas: € 97.560,00
Eu não sei a quanto está o metro cúbico de material de escritório mas ou estes armários/mesas/cadeiras são de ouro sólido ou então não estou a ver onde é que 6 peças de mobiliário de escritório custam quase 100 000 . Alguém me elucida sobre esta questão?

2. MATOSINHOS HABIT MH
  • Reparação de porta de entrada do edifício: € 142.320,00
Alguém sabe de que é feita esta porta que custa mais do que uma casa?


3. UNIVERSIDADE DO ALGARVE ESC. SUP. TECNOLOGIA PROJECTO TEMPUS
  • Viagem aérea Faro/Zagreb e regresso a Faro, para 1 pessoa no período de 3 a 6 de Dezembro de 2008 :  33.745,00
Segundo o site da TAP a viagem mais cara que se encontra entre Faro-Zagreb-Faro em classe executiva é de cerca de 1700 . Dá uma pequena diferença de 32 000 . Como é que é possível???

4. MUNICÍPIO DE LAGOA
  • 6 Kits de mala Piaggio Fly para as motorizadas do sector de águas: € 106.596,00
Pelo vistos fazer um Pimp My Ride nas motorizadas do Município de Lagoa fica carote!!!

5. MUNICÍPIO DE ÍLHAVO
  • Fornecimento de 3 Computadores, 1 impressora de talões, 9 fones, 2 leitores ópticos: € 380.666,00
Estes computadores devem ser mesmo especiais para terem custado cerca de 100 000 cada .Já para não falar nos restantes acessórios.

6. MUNICÍPIO DE LAGOA
  • Aquisição de fardamento para a fiscalização municipal:  € 391.970,00
Eu não sei o que a Polícia Municipal de Lagoa veste, mas pelos vistos deve ser Haute-Couture.

7. CÂMARA MUNICIPAL DE LOURES
  • vinho (tinto e branco) : €  652.300,00
Alguém me explica por que é que a Câmara Municipal de Loures precisa de mais de meio milhão de Euros em Vinho Tinto e Branco????

8. MUNICÍPIO DE VALE DE CAMBRA
  • aquisição de viatura ligeiro de mercadorias : € 1.236.000,00
Neste contrato ficamos a saber que uma viatura ligeira de mercadorias da Renault custa cerca de 1 milhão de Euros. Impressionante!

9. CÂMARA MUNICIPAL DE SINES
  • Aluguer de tenda para inauguração do Museu do Castelo de Sines: € 1.236.500,00
É interessante perceber que uma tenda custa mais ou menos o mesmo que um ligeiro de mercadorias da Renault e muito mais que uma boa casa... E eu que estava a ser tão injusto com o município de Vale de Cambra!!

10. MUNICÍPIO DE VALE DE CAMBRA
  • aquisição de viatura de 16 lugares para transporte de crianças : € 2.922.000,00
E mais uma pérola do Município de Vale de Cambra: uma viatura de 16 lugares para transportar crianças custa cerca de 3 milhões de Euros. Upsss, outra vez o município de Vale de Cambra!!

11. MUNICÍPIO DE BEJA
  • Fornecimento de 1 fotocopiadora multifuncional do tipo IRC3080I , para a Divisão de Obras Municipais: € 6.572.983,00
Este contrato público é um dos mais vergonhosos que se encontra neste site. Uma fotocopiadora que custa normalmente 7,698.42 foi comprada por mais de 6,5 milhões de Euros. E ninguém vai preso por porcarias como esta?


COMO É POSSÍVEL NÃO ESTARMOS EM CRISE? COMO DIZ SÓCRATES, É DIFÍCIL CORTAR NAS DESPESAS PÚBLICAS.  NOTA-SE! ACABÁMOS DE VER ALGUNS EXEMPLOS 
.

4 comentários:

TM disse...

Realmente, Ana... Subscrevo todas as notas que estão em cada uma das "despesas"... Palavras para quê?... Se for um homem a roubar fruta e pão para dar de comer ao filho é preso...

Beijinhos!

Anónimo disse...

Os valores indicados neste "post" são INTEIRAMENTE FALSOS. Mais exactamente: todos os valores são precisamente 100 VEZES SUPERIORES AOS REAIS.

Podem confirmar pesquisando estes contratos através de http://transparencia-pt.org/ .

Por exemplo: a informação sobre o "armário persiana" pode ser encontrada em http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjusteDirecto=37770 : o custo foi de 975,60 €.

Que tal começarmos a CONFIRMAR AS INFORMAÇÕES e a CITAR AS FONTES antes de divulgar MENSAGENS FALSAS atacando a nossa administração? Ataquemo-la pelos seus verdadeiros males (que não são poucos) e não por estorinhas inventadas como esta!!

AL disse...

olá Tiago,
tens toda a razão. ainda que os valores possam não ser exactos, não é novidade para ninguém que o Estado desbarata os dinheiros públicos.. e não vamos mais longe, basta ver os gastos da AR.. mais zero, menos zero pode apenas exagerar a estorinha, inventá-la é q acho q não, enfim..

agora.. neste post, a única coisa 'minha' é a foto escolhida. tudo o resto chegou-me via mail, comentários incluídos.
bjis

Luis Faria disse...

Caro anónimo, fui consultar o site: "http://transparencia-pt.org/" e confirmei que realmente o armário persiana, mesas e cadeiras custaram 975,60 euros. Algo caro mas razoável.

Já o "Fogão, placa de grelhar e armário frigorifico" foram adquiridos pela módica quantia de: 4.935,00 €. Já o Armário de inox foi mais barato, apenas 4.026,00 €.

Sem comentar os valores citados antes, uma vez que, pelos vistos, o conceito de despesismo é muito relativo gostaria de comentar algo sobre a estrutura do site que nos recomendou:

Nas perguntas frequentes aparece a seguinte questao:

"Há valores absurdamente elevados ou aparentemente duplicados. O Transparência na AP está a funcionar bem?"

Tanto quanto sabemos, a informação presente no portal reflecte fielmente o que se encontra no BASE, mas com facilidade de procura.

Não podemos pronunciar-nos sobre a eventual razão da existência de adjudicações aparentemente duplicadas ou com valores absurdamente elevados, seja lá qual for a razão…

Nao sou perito em terminologia política, mas num site chamado transparencia devemos usar os termos:
"tanto como sabemos",
"nao podemos pronunciar-nos", ou mesmo " seja lá qual for a razao"?

Já sei que nao me posso surpreender pela falta de rigor, pela mediocridade científica de uma administraçao cujo lider se graduou num domingo.

Mas neste caso concreto nao falamos de rigor científico, falamos de sentido comun.