03 julho 2009

doodling: um bom exercício para o cérebro

doodling é o que a imagem documenta. Em português, qualquer coisa assim como 'fazer rabiscos'.. acontece-nos a todos, aposto, naquelas reuniões chatas, intermináveis .. às tantas já repreendemos também os nossos alunos por essa distracção em aula.. verdad?

Pois a partir de agora, mes amis, 'rabiscar' é que está a dar!

É .. um estudo levado a cabo por cientistas ingleses concluiu que este entretenimento é um excelente 'musculador' de memória, e dizem: «uma simples 'actividade periférica', como fazer rabiscos num papel, pode ser o suficiente para combater a tendência natural do 'sonhar acordado' , tão natural e frequente, quando somos confrontados com tarefas entediantes.

Segundo especialistas na matéria (que publicaram a sua descoberta na revista de Psicologia Cognitiva Aplicada) , entreter-se a fazer rabiscos (ou dedicar-se concomitantemente a uma qualquer tarefa menor) ajuda-nos a recordar e permite uma maior concentração ou desempenho na tarefa principal ..

Conclusões que resultam de experiências, nomeadamente a realizada com dois grupos de participantes que tinham de ouvir a gravação de uma longa e chata conversa telefónica: o grupo que fora instruído a 'rabiscar' enquanto ouvia a gravação, no fim lembrava mais 29% da conversa do que os outros.


Em discurso directo, o Professor Jackie Andrade, da Faculdade de Psicologia da Universidade de Plymouth -UK (um dos cientistas envolvidos nesta investigação) : «Durante a realização de uma tarefa entediante há a tendência para 'desligar' da realidade: o chamado 'sonhar acordado'. Sonhar acordado distrai a pessoa da actividade em curso e diminui a sua 'performance'. Uma tarefa simples, como 'doodling', poderá ser o suficiente para impedir o 'daydreaming', sem que o desempenho na tarefa principal seja afectado.»

sempre a aprender, não é? e como a ciência nos ajuda a aperfeiçoar comportamentos! ..eu .. passei a obrigar ;-) os meus alunos a 'rabiscar' durante as aulas de exposição de matéria! - os resultados, nem vos conto!! :-))

o artigo completo e mais dicas para treinar a memória aqui

4 comentários:

observador@ disse...

Extremamente interessante este post, especialmente para quem procura perceber o comportamento humano!... Desconhecia ainda este estudo! Na verdade, poderá ser bem compensador esta tão comum "defesa" entre nós, para que consigamos permanecer tranquilos e relaxados em certos momentos intermináveis e cansativos! Afinal, quando damos por nós a rabiscar numa folha de papel, na realidade, o nosso pensamento não está livre, e sim unido ao que desesperadamente desejamos interiorizar!

al disse...

olá Observador@:

fico contente por o post ter agradado..

eu tb achei incrível, e útil, saber desta defesa/ artimanha do nosso cérebro. Aquilo q em muitas situações era embaraçosamente considerado como distracção ou desinteresse, é, afinal, uma tentativa insconsciente - e positiva- de 'ligação ao real'!

margarida soares franco disse...

Se não fosse o estudo realizado, eu achava que isto não passava de uma simples brincadeira.
Não há dúvida de que estamos sempre a aprender e é bom que existam espaços como este, que divulgam estudos aos quais, de outra forma, não teríamos acesso.

hmargg disse...

Folgo em saber que aquilo que me fazia "sujar" alguns cadernos e livros quando estudante, e agora quando em formação contínua, não foi e é mais do que ligar-me inconscientemente à realidade.
Talvez por isso, nunca fui capaz de repreender ou impedir os meus alunos de o fazerem. Esta é uma mensagem que precisa de chegar a muitos-todos- os colegas professores, porque sei que tem sido largamente reprovada esta prática.
Grata a quem se dedicou a este estudo!