25 março 2009

de conversa com José Luís Peixoto


.
Não sei por que razão ficam aqui as fotos pequenas assim .. juro que a culpa não é da fotógrafa!;) 
 .
.
Enfim, cá está o registo da visita do escritor José Luís Peixoto à escola, muito especialmente dedicada às turmas A e B do décimo ano!
.

Pela minha parte, nesta visita, gostei - de tudo: da pessoa-dentro, da pessoa-pele, da palavra solta, do ambiente descontraído, caseiro. 
.
E .. adorei a dedicatória no meu 'nenhum olhar'! ;-))
 .
Sei que os autógrafos foram todos o mais individualizados possível, nas palavras, nos desenhos. 
Foi outra coisa que admirei em José Luís Peixoto, essa capacidade de improviso, esse dar-se assim a cada um, tão generosamente apesar do pouco tempo. Como se fosse coisa simples, natural. 
Como se lhe estivéssemos todos dentro.. 
.
.

(link aqui para o 1º texto que partilhámos sobre ele ..)
.
.
.
nota: o resto da 'reportagem fotográfica' passou para aqui
.
.
e aqui em baixo, em consideração à T-shirt do JLP ;-))
.



.. of course.. quem preferir o WILD SIDE ;-), é aqui: Lou Reed


8 comentários:

André Gonçalves disse...

Depois de tanto tempo ausente resolvi vir aqui fazer a minha apreciação sobre a vinda. Ao contrário de alguns colegas meus que disseram que foi uma seca e que quase adormeceram, eu achei uma apresentação bastante interessante e penso que ele fala bastante bem em frente ao público. Acho muito mal ter aparecido de costas na fotografia, logo eu que fiz tudo para não aparecer em nenhuma...

P.S.: O colega que me disse que quase adormeceu é o que aparece nalgumas fotos com um casaco branco. xD

al disse...

não acredito!! um casaco branco às riscas?? e logo ali na plateia, 1ª fila?

quanto à tua 'figuração' de costas .. pois.. apanhei-te noutra fotografia - de lado - mas ficou mal..:-)

Ana Parada disse...

Hello!!
Em primeiro lugar concordo com o Andre, o escritor nao teve medo de nos falar seja de qualquer tema, inclusive das suas tatuagens e dos temas que levantam grande tabu entre a sociedade. Achei a sua vinda bastante interessante e eu que nao gosto nada deste tipo de palestras.
Em segundo acho que deviamos todos agradecer `a professora Otilia que nos trouxe o escritor JLP, especialmente quem gostou da sua vinda e os cantores, uma vez que a professora nos ajudou imenso num trabalho que so foi aprendido ontem nos ultimos minutos da aula de portugues.
Em terceiro acho que o escritou nos esclareceu muito acerca dele, uma vez que se abriu completamente connosco e ainda nos provocou alguns risos.

Kisses

PS. eu peco imensa desculpa os erros ortograficos e a falta de pontuacao mas o teclado da minha irma precisa de ser rapidamente renovado.

Ana Parada

Joana Costa 10ºB disse...

Sim senhor... esta foi de certeza a melhor visita de um escritor a escola que alguma vez vi. Adorei!!! Para além de a sua fala e a sua maneira de se expressar sem dificuldade, tornou esta palestra muito mais interessante. Confesso que bocejei algumas vezes, mas foi devido ao meu cansaço, não ao facto de a palestra ser uma "seca" porque nao foi. Adorei tudo excepto a parte dos autógrafos. Para a próxima vez tens que se deixar um tempo de 30 minutos só para os autógrafos.:D

Baijinhos Joana Costa

Aldo disse...

Não gostei muito da palestra, pois acho que o escritor falou demasiado, por vezes ficava 5 minutos, mas gostei do início: ambas as turmas fizeram uma boa apresentação.

Fiquei com uma ideia do que o José Luis Peixoto quis mostrar. E pronto, até correu bem.

Gostei muito do facto de o escritor ter recusado dar um autógrafo à Prof. de inglês. Muito giro:)

al disse...

Pois, ao 4º minuto já estavas de brincadeira, q eu bem vi..;-)

e qto ao autógrafo da prof de inglês, o momento é q ñ era oportuno, seu maledicente!;-) dp acabou por dar, sim, e mto bonito!

Valerie disse...

Parabéns pela iniciativa.
Já agora... que poema do Herberto Helder é que o JLP leu?

al disse...

pois.. sabes q ñ sei? $(=embaraço)
falava de uns punhos e da luz que 'caía' sb eles..