11 outubro 2010

AR dá o exemplo, corta drasticamente nas suas despesas supérfluas!

.. não me digam que acreditaram? Pois, eles não cortaram nada, deviam! Sugiro eu os cortes, já que lhes pago as mordomias e estou fartíssima de  as sustentar! A bem dizer, o melhor mesmo, era fazer-se um REFERENDO ! - que dizem? Pois não é isto uma questão de suma /-íssima importância nacional??
 .
Então, as despesas que sublinhei na lista abaixo são o que entendo como a poupança devida ao povo português - a bem da moralidade, da decência, da justiça, do que quer que se lembrem - tudo, a meu ver, gastos perfeitamente escusados, dúbios e/ou escandalosos!! - e nem contesto os ordenados, os milhões para equipamento informático ..
  • sublinhadas a branco, estão as despesas desnecessárias para quem "percebe" um ordenado muito mais elevado do que aquele que eu recebo, trabalha muitíssimo menos e em condições incomparavelmente mais favoráveis.
  • as sublinhadas a verde são dúbias e decerto igualmente dispensáveis, já que nem sequer as descriminam - por que será?? ..
  • a cor-de-rosa, as despesas escandalosas/imorais .. e injustificadas

Ora então vejamos .. ( in Diário da República nº 28 - I série- datado de 10 de Fevereiro de 2010 - Resolução da Assembleia da República nº 11/2010: http://WWW.dre.pt - Folha 372  - 1ª Série -, de 10 de Fevereiro de 2010)

Algumas rubricas do orçamento da Assembleia da República
  1. Vencimento de Deputados  -  12 milhões, 349 mil euros
  2. Ajudas de Custo de Deputados  -   2 milhões, 724 mil euros
  3. Transportes de Deputados  -   3 milhões, 869 mil euros
  4. Deslocações e Estadas (de Deputados)  - 2 milhões, 363 mil euros
  5. Assistência Técnica(??)  -  2 milhões, 948 mil euros
  6. Outros Trabalhos Especializados (??)  -  3 milhões, 593 mil euros
  7. Restaurante, Refeitório, Cafetaria  -   961 mil euros
  8. Subvenções aos Grupos Parlamentares -  970 mil euros 
  9. Equipamento de Informática  -  2 milhões, 110 mil euros
  10. Outros investimentos (??) -  2 milhões, 420 mil euros
  11. Edifícios (??) -  2 milhões, 686 mil euros 
  12. Transfers (??) Diversos (??)  -  13 milhões, 506 mil euros
  13. Subvenção aos Partidos na A. R - 16 milhões, 977 mil euros
  14. Subvenções Campanhas Eleitorais 73 milhões, 798 mil euros

    a ELIMINAR sensatamente dos
    . GASTOS COM A DESPESA PÚBLICA :


    A) - 'rubricas' dispensáveis -  em milhões e milhares de euros
    .
    - 2, 724 - ajudas de custo (o ordenado não lhes chega??!!)
    - 3, 869 - transportes
    - 2, 363 - deslocações e estadas
    -     961 mil - restaurante, refeitório, cafetaria (*)
    -     970 mil - subvenções aos grupos parlamentares  (para????)
    __________________________________
    total: 10 milhões, 887 mil euros de poupança, só aqui!! 

    (*) ver post sobre deputado exemplar que quer comer sempre na cantina da AR - aqui

    e.. só para que conste: 
    • os professores /os outros funcionários públicos/ não têm ajudas de custo e ganham muito menos!  
    • os professores /os outros funcionários públicos/ pagam a s/ gasolina ou andam em transportes públicos! 
    • os professores /os outros funcionários públicos/ pagam até as obrigatórias acções de formação! 
    • os professores /os outros funcionários públicos/ recebem 4, 27/dia!! de subsídio de refeição!
    • os departamentos de professores /os grupos de FP/ não são subvencionados!

    .
    B)  'rubricas' dispensáveis e/ou dúbias  - em milhões de euros:

    -   2, 948 ...  assistência técnica - a quê ? e quase 3 milhões de euros??
    -   3, 593 ...  outros trabalhos especializados - outros? que outros?
    -   2, 420 ...  outros investimentos  - ainda outros???? quais??
    -   2, 686 ...  edifícios  - no plural? mas quantos edifícios tem a AR?
    __________________________________________________________________________
    e vão mais 11 milhões, 647 mil euros de poupança!


    C) - 'rubricas' escandalosas da AR - em milhões de euros:

    - 13, 506 - transfers diversos - (13 milhões e meio em transfers??!!)
    - 16, 977 - Subvenção aos Partidos na A. R - para?? porquê?? 
    - 73, 798 - Subvenções Campanhas Eleitorais !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 
    _________________________________________
    total C) : 104 milhões, 281 mil euros
    mais de 50% dos quais empregues na arte de bem enganar o Zé!!!
    *
    Ou seja, bem feitas as contas, entre despesas dispensáveis, dúbias e escandalosas, o Estado poupava, eliminando-as, a módica quantia de cento e vinte e seis milhões e oitocentos e oitenta e sete mil euros!

    .
    ainda uma nota à despesa que mais furiosa me deixa:

    Subvenções às Campanhas Eleitorais - a (de muito longe) mais pesada destas 'rubricas': 73 milhões de euros???!!! e quem os autoriza a gastar o dinheiro dos meus impostos em passeatas e aventais, bandeirinhas e outras fantochadas, mais as visitas popularuchas, mais as jantaradas aos aficionados?!!! E para que servem as nacionais campanhas de engodos, se ganham sempre os mesmos dois? Não ficava muito mais barato jogar a moedinha ao ar? 'cara' ganho eu, 'coroa' ganhas tu!! Uma qualquer moeda - e até pode ser a maior de todas: 2 euros contra quase 74 milhões, já viram a poupança? - de tudo, a bem dizer ..
    .

     *

    Bom, e isto é a AR, se fôssemos racionalizar os gastos astronómicos do Gabinete do PM José de Sousa, aposto que resolvíamos a crise e ainda se repunha o abono de família àqueles privilegiados portugueses que ganham pouco mais que o ordenado mínimo ..

    .
    não perder o próximo episódio: o que eles prevêem gastar e o que gastam de facto!
    .
    .
    a 1ª imagem é uma escultura do surrealista Max Ernst
    a 2ª, um cartaz do Maio de 68
    .

    3 comentários:

    TM disse...

    A jogata é sempre a mesma: os outros que se lixem. Quando os partidos mais decentes apresentam propostas, se nos toca nós (PS e PSD, sobretudo), aqui d'el-rei que não pode ser... Todos os outros partidos, creio, do CDS ao PEV, passando pelo BE e pelo PCP, apresentaram já propostas para serem os próprios partidos a angariar os fundos que precisam para as campanhas eleitorais, mas, claro, os chupistas do costume disseram que não. "Ah, porque o PCP com a Festa do Avante! conseguia logo mais que nós..." E, portanto, é preferível que todo o bom português pague impostos a mais, em vez de se reduzirem nas campanhas anuais sublinho. Para além do mais, em 2010, provavelmente, não haverá eleições... Para quê alimentar essa máquina política quando ela está desligada da corrente?...

    Bem, de resto, há aí coisas que, realmente, deveriam ser muito mais clarificadas, e a questão dos subsídios disto e daquilo deveria ser inegavelmente revista, sem dúvida... Apesar de tudo, a ganhar cerca de 4500€ mensais, é de dar uma ajuda ao transporte, pelo menos, creio (sem descurar a necessidade evidente que há de dar semelhante ajuda a todos os funcionários públicos com uma deslocação semelhante ao dos deputados), apesar de achar brutal receberem essa ajuda a 100% ou mais! Aqui há tempos li, creio que na revista "Sábado" que era qualquer coisa como 3,5€ por quilómetro percorrido... Para que conste, um bilhete de Braga - lugar mais distante que é capital de distrito que é abrangida pela CP - a Lisboa é 42,70€, de combóio. Um deputado nessa situação, a receber 3,5€/km, recebe, por viagem cerca de 1225€... Absurdo! Pornográfico, mesmo! Nem de carro se gasta um décimo disso em gasolina! Tirando, claro, as estadias que nunca são em pensões de 10€/noite, são sempre em suítes do grupo Pestana e afins...

    Enfim, é tudo uma grandessíssima cleptoplutocracia, onde os ladrões se tornam ricos e são esses - tristemente - os que mandam...

    Beijinhos! ^^

    AL disse...

    Ah, grande Tiago!! Como eu gosto dos teus comentários! Nem mais, amigo!
    E.. vamos dar cabo desta ladroagem? Sabes que já há um movimento a apelar ao voto nulo? Nem branco, nem abstenção - uma AR vazia, para ver se eles se 'tocam'!
    E olha q ñ me consta q nenhum deputado, seja ele de q partido for, tenha alguma vez recusado usufruir de uma que seja destas mordomias!!
    Lembras-te qdo foi da proposta de nivelamento dos dep. europeus, em q os portugueses ficavam(e ficaram!) a receber o dobro do q já recebiam, e q já era muitíssimo? Pois é, aprovado , se não por unanimidade, com um voto contra!
    É assim .. viste por aí ovídeo dos deputados suecos? Esses sim!!

    Bjisssssssssss!!,
    Gostei de te ver por aqui!!

    TM disse...

    Ah, sim, essa proposta foi asquerosa... E acho piada as bandeiras que a Edite Estrela lançou: "Este Estatuto põe fim à violação do princípio de trabalho igual por salário igual"! Vai buscar um argumento completamente inválido só porque o tira de contexto! É absolutamente absurdo... Dá a ideia de que a realidade dos eurodeputados portugueses e de Portugal é igual aos seus homónimos franceses ou alemães... Mas olha que, acho, pelo menos as bancadas G-EFA (Verdes) e GUE/NGL (Esquerda) votaram contra... Claro que não chegaram nem à unha do pé do PPE e S&D, que votaram a favor (de salientar de destes dois fazem parte os deputados do PS, do PSD e do CDS... Pois...). Mas sim, é verdade: a AR - toda - devia seguir o exemplo sueco - isso sim, é trabalhar pelo bem de um país, não porque este ou aquele cargo oferece mais ou menos regalias! E quantas regalias oferece a nossa "querida" AR... Ui...

    Quanto ao voto nulo, podia seguir o exemplo de um amigo meu que nas últimas eleições desenhou um morceguinho, escreveu "Batman" e pôs a cruz no sítio devido... :D

    Beijinhos ^^