29 dezembro 2009

exceptional laws for exceptional people !

  • His name is Paulo Condado. (see his homepage)
  • He's a scientist in a country which offers no support to scientific research outside the mainstream.
  • He has a PhD in Electronic Engineering and Computer Science.
  • He envisages the future and its challenges-to-come, is research assistant on the project GeneticLand.
  • He has created a special software that makes communication possible for speech-impaired people.
  • He has a brilliant mind, and yet, his future is at stake: he faces a very unjust law which allows research (paid for, officially recognised and providing social welfare) to Professors only.  
  • Paulo Condado is physically challenged due to cerebral palsy.
  • He can't and won't teach in any university because of his speaking problems. 
  • He'll be living on scholarships (3 more guaranteed years) - but what about the rest of his life?
 

video
 

 transcrevo aqui o apelo que me chegou:

«O Paulo quer ser investigador - campo em que é muito bom, mas a lei vigente só permite que se seja investigador sendo ao mesmo tempo proessor universitário. Acontece que o Paulo (que sofre de paralisia cerebral)  tem muitas limitações ao nível da fala ... e claro que tem consciência  disso, já pôs  de parte a hipótese de dar aulas na universidade. 
Por agora vai continuar na investigação com a bolsa do pós doutoramento da Fundação Ciência e Tecnologia,  durante 3 anos. Não lhe contam como tempo de serviço , não lhe dão direito a usufruir de qualquer sistema de segurança social (ADSE, por ex) ...
Mais 3 anos - e depois? A  lei tem que contemplar casos excepcionais. Dentro de 2 anos haverá outra pessoa nas mesmas circunstâncias, um aluno, também com paralisia cerebral, que  acabará o doutoramento no Instituto Superior Técnico. 
O Paulo é mesmo um génio, o país não faz favor nenhum em aproveitá-lo!! »

É A LEI QUE TEM QUE MUDAR!
there's got to be a special law for special people! .

1 comentário:

Em@ disse...

Muitos thankiús, Al.:))
Aos poucos seremos muitos.
Beijo do coração.